Category: Cursos e Treinamentos

COMO ELABORAR UM PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS (PGRS)? 

Saiba qual a importância e aplicabilidade de um PGRS 

O NRGHUB, em parceria com a empresa EMERGIA Consultoria e Engenharia Ambiental realizou nos dias 22 e 23 de Novembro, um Workshop sobre Como Elaborar um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos? e contou com o apoio da APEAM, ABREN, UNILIVRE, LACAUT, RAC Engenharia e Ideal Ambiental. 

O evento faz parte do Ciclo Sustentável das Estações, uma proposta inovadora que promove a qualificação profissional a partir de workshops temáticos que integram teoria e prática. Além de networking, o participante terá a oportunidade de aprimorar seu conhecimento, compartilhar suas experiências e aplicar tudo o que aprendeu nas visitas técnicas ofertadas em cada módulo. 

A primeira etapa do Ciclo Sustentável das Estações trouxe como temática central os RESÍDUOS e o primeiro workshop dessa etapa abordou a Elaboração de um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos – PGRSO workshop teve carga horária de 12 horas, sendo o primeiro dia de teoria e o segundo dia de aplicação, prática e visitas técnicas: Obra do Hospital Erastinho (conduzida pelo nosso parceiro RAC Engenharia) e LACAUT – Laboratório de Combustíveis Automotivos da UFPR (conduzida pelo Prof. Dr. Carlos Yamamoto). O principal objetivo do workshop é capacitar profissionais da área ambiental e de sustentabilidade, aprimorando as habilidades legais e práticas no que tange ao processo de Elaboração de Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos – PGRS. 

Workshop – Como elaborar um PGRS? teve a participação e facilitação do especialista e diretor da Ideal Ambiental, Luiz Guilherme Grein Vieira que coloca o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos como um instrumento de planejamento para as empresas aprimorarem sua gestão de resíduos e oportunidades de ganhos ambientais, sociais e econômicos. “Atualmente, as empresas enxergam o PGRS como um mero documento exigido pelos órgãos ambientais para liberação de alvará ou licença ambiental do que como um instrumento de planejamento. No entanto, esse plano quando bem feito funciona como uma ferramenta de planejamento pois identifica todos os aspectos e processos da atividade e acaba identificando os resíduos gerados, facilitando a gestão dos mesmos.” salienta Luiz Guilherme. 

Luiz Guilherme acrescenta ainda, que o resíduo quando identificado em um processo, ele pode ser caracterizado e classificado dentro da legislação nacional vigente de resíduos sólidos de acordo com sua tipologia, sua composição, o risco e periculosidade, qual o potencial desse resíduo ser reciclado, reaproveitado ou reutilizado. “E como os resíduos representam uma despesa expressiva para as empresas (pois elas devem destiná-los corretamente), o PGRS surge como um grande facilitador nesse processo todo.” ressalta Luiz Guilherme. 

Em resumo, o PGRS, quando bem planejado, incluindo definição das ações de melhoria e ações de adequação é possível identificar novas formas de aproveitamento de um resíduo que hoje é destinado para aterro sanitário. E atualmente, quando se recicla ou se reutiliza um resíduo que iria para o aterro, automaticamente se obtém economia no processo, com a possibilidade de retorno financeiro para a empresa responsável pela geração. 

Read More