setembro 1, 2020

A conexão entre o agronegócio e o setor de energia

by nrghub in Agronegócio

O Agronegócio sempre teve um papel muito importante no desenvolvimento social e econômico do Brasil, contribuindo significativamente com o produto interno bruto (PIB) e com o desenvolvimento regional. Em tempos economicamente instáveis vividos durante a pandemia tivemos a certeza da importância do Agro para o Brasil.

Vimos de fato que o agro não para!

Em um mundo cada vez mais globalizado e sob a influência tecnológica dependemos cada dia mais de Energia para suprir nossas necessidades, realizarmos nossas atividades e principalmente nesse momento, podermos, mesmo de casa, manter a rotina de trabalho e continuarmos conectados com o mundo.

Por meio deste ponto de conexão e sinergia, entre Agro e Energia e aproveitando o slogan “Agro é tech, agro é pop, agro é tudo” porque não adicionarmos Agro é energia, agro é renovável, agro é sustentável!

Não podemos nos esquecer que grande parte da energia renovável gerada atualmente no Brasil vem do Agro: através da biomassa do setor sucroalcooleiro e pequenas centrais hidrelétricas, fazendas solares e parque eólicos instalados em terras do Agro. Também precisamos lembrar que o maior desafio do Brasil em cumprir o Acordo de Paris não é a matriz de geração de energia elétrica (pois já temos uma matriz predominantemente renovável). Nosso desafio está na transição da nossa matriz de combustíveis.

Nesse sentido o Agro pode contribuir muito, pois tem o maior potencial para a geração de biogás (que tem uma pegada negativa de carbono) e pode ser utilizado para substituir os combustíveis fósseis como a gasolina e diesel e também pode ser usado na geração de energia elétrica, com o diferencial de poder ser produzido de forma descentralizada e ter o seu maior potencial no interior do Brasil, região onde o gás natural não chega.

Por último mas não menos importante não podemos esquecer que energia é um insumo importante para o Agro e o setor tem um consumo expressivo de energia que cresce dia a dia com ampliações das agroindústrias e com o aumento do poder aquisitivo na área rural. O homem do campo está se tornando o empresário do campo contribuindo para o desenvolvimento sustentável do planeta e para a consolidação da economia circular.

Sobre Vinicius Guilherme Danieli Fritsch:

Graduado em Engenharia Elétrica com especialização em Sistemas de Potência, pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná – Unioeste, MBA em Gerenciamento de Projetos, ISAE FGV. Foi Gestor Comercial na Vellar Instalações Eletromecânicas de 2009 até 2011, Coordenador de Engenharia na Castrolanda Cooperativa Agroindustrial de 2012 até 2018 e Gerente de Negócios – Energia de 2018 até 2020 pela mesma cooperativa. Entre 2018 a 2020, participou como membro do Conselho de Administração da Abiogás – Associação Brasileira do Biogás.  Atualmente Diretor Executivo na Fritsch Consultoria e Presidente da Associação dos Engenheiros de Castro PR.