outubro 6, 2019

Mobilidade Urbana – Como a conectividade pode contribuir com a gestão e melhoria da mobilidade dos grandes centros urbanos?

by nrghub in Sem categoria

DATATEM

O uso da rede celular na transmissão de dados entre máquinas (M2M) tem se tornado cada vez mais comum no Brasil.

No cenário de mobilidade urbana, este tipo de comunicação viabilizou, por exemplo, o serviço de compartilhamento de bicicletas e patinetes elétricos nas principais capitais do país por meio de dispositivos de rastreamento conectados à rede GPRS.

Entretanto, engana-se quem acredita que para desfrutar dos benefícios da internet móvel na comunicação M2M basta inserir qualquer sim card nos dispositivos.

Entenda a seguir a importância da conectividade gerenciada neste processo.

O que é conectividade gerenciada?

Conectividade gerenciada é a internet móvel aprimorada com uma camada adicional de gestão.

São agregados componentes que possibilitam uma comunicação mais estável e segura, além da rápida identificação de problemas e redução de custos na cadeia operacional das empresas.

Isso significa que, para além do uso de um chip, são agregados recursos como APN privada, VPN’s e IP’s dedicados que garantem uma comunicação de qualidade para qualquer tipo de aplicação remota.

Com todas as informações da transmissão de dados unificadas em um mesmo sistema, o decisor pode agir de forma assertiva, evitando custos desnecessários com deslocamentos, por exemplo.

Ou seja, é até difícil imaginar uma aplicação de telemetria ou internet das coisas operando em pleno potencial sem este nível de comunicação.

Não contar com conectividade gerenciada é estar suscetível à instabilidade da internet móvel, falta de segurança na transmissão das informações e falta de controle sobre custos com transmissão de dados.

Como a conectividade tem influenciado o desenvolvimento das cidades? E a vida das pessoas?

Embora muitas vezes invisível, a conectividade é fator fundamental para o desenvolvimento de soluções que facilitam a vida das pessoas.

Por exemplo, pouca gente se dá conta, mas há inteligência por trás de alguns semáforos em horários de pico.

Graças à transmissão de dados remota feita por um chip M2M, é possível sincronizá-los de modo a minimizar o trânsito em avenidas com grande fluxo de veículos.

Para o usuário do transporte público, a comunicação M2M também traz benefícios, pois possibilita o acesso a informações, em tempo real, sobre localização e horário de chegada dos ônibus.

Isto sem mencionar a possibilidade de acesso à internet nos próprios veículos, fornecida por um roteador de internet wireless a partir do chip M2M.

 Quais os principais benefícios dessa solução?

Controle orçamentário, cobertura nacional, infraestrutura de comunicação, georreferenciamento via LBS, possibilidade de bloqueio de host’s e IP’s, manutenção de inventário de chip M2M, visibilidade de qualidade de rede, dentre outros.

—————————————————————————–

Evandro Gonçalves é diretor Executivo da Datatem, uma das empresas de conectividade gerenciada que mais crescem no Brasil.

Empreendedor certificado pela Endeavor, com mais de 18 anos de experiência na área de telecomunicações.

Especialista em gestão de transmissão de dados para aplicações remotas nos segmentos de rastreamento, segurança patrimonial, meios de pagamento, indústria 4.0 e utilities.

Sócio diretor das empresas MG8, BR Captura e Materialize.