setembro 1, 2019

Fale com a Especialista – Kelly Belem

by nrghub in Especialista

No dia 21 de agosto tivemos um encontro incrível com a especialista Kelly Belem, da Comer Bem Viver, sobre gestão de resíduos e desperdício de alimentos, especialmente em restaurantes. O evento ocorreu no O Locavorista, parceiro do NRGHUB e contou com um café da manhã delicioso e sustentável.

E para que você que não pode participar desta edição, nossa especialista Kelly Belem fala exclusivamente com o NRGHUB sobre como impactar pessoas com boa gastronomia e sustentabilidade ao mesmo tempo.

FAZER COMIDA BOA NÃO É MAIS SUFICIENTE

Todo mundo tem fome e todo mundo gosta de comida boa não é mesmo?

Felizmente temos várias opções de bons restaurantes com várias especialidades, em todo canto, um em cada esquina e se o bolso permitisse daria para comer em um restaurante diferente a cada dia do ano.

Nós consumidores temos uma relação de confiança com o restaurante, afinal você não comeria em um lugar em que não confiasse, comer rezando só se for para agradecer…e não por medo do dia seguinte.

Estamos entrando em uma fase onde o cliente está cada vez mais exigente, mais consciente e definidor das regras de consumo. Comida boa muita gente faz, esse é o mínimo que se espera de um estabelecimento, existem muitos players no mercado e não da para correr o risco de errar no prato principal. A grande questão é que comida boa não é mais suficiente!

Essa nova consciência dos consumidores vem do momento em que vivemos, estamos todos cada vez mais preocupados com questões ambientais e sociais. Hoje, mais de 30% de toda a produção de alimentos vai parar no lixo, enquanto temos mais de 800 milhões de pessoas passando fome, vivendo em um planeta cada vez mais aquecido. Esses são dados cada vez mais explorados e discutidos e é só uma questão de tempo (muito pouco) para que todos tenham conhecimento.

E o que isso tem a ver com um restaurante?

Tudo! Um restaurante produz em média 70 toneladas de resíduo por ano, todo esse “lixo” acaba gerando dois problemas, primeiro social, afinal muitas pessoas poderiam ser alimentadas com esse desperdício e segundo ambiental pois este resíduo vai fatalmente acabar em um aterro sanitário, onde gera gás metano, um gás 20 vezes mais nocivo do que o CO2.

Então, voltando para aquela relação de confiança que estava falando entre consumidor e estabelecimento, esteja preparado para responder para os seus clientes as seguintes questões:

  1. O que seu estabelecimento está fazendo para a comunidade?

Apoia algum instituto, doa as sobras, faz caridade, incentiva algum tipo de arte, tem um programa de inclusão?

  1. Quais são as práticas ambientais adotadas?

Possui algum programa para redução e tratamento de resíduos?

Reuso de água, tipo de embalagens e materiais utilizados começam a ser observados e questionados pelos seus clientes.

  1. Qual a relação que você tem com os seus funcionários?

Aquela era de chef de cozinha estrela que fica gritando e deixando funcionário preso no estoque já virou coisa de TV, essa hierarquia abusiva ficou para trás, respeito, inclusão e igualdade preenchem esse lugar.

  1. Quem são os seus fornecedores?

Aqueles produtos importados que viajavam horas de avião dos lugares mais longínquos, inusitados e excêntricos do mundo que tomam as prateleiras mais caras dos empórios estão abrindo espaço para os produtores locais. Estes tem sido cada vez mais valorizados e procurados pelos paladares mais modernos e exigentes.

Ter um comércio não é somente ser empreendedor e ganhar dinheiro. Você é um influenciador, as pessoas confiam em você e elas estão de olho no que está fazendo. Você tem um papel importante na comunidade e será cobrado por isso.

 

Você está preparado?

 

Kelly Belem

@comerbemiver