julho 3, 2019

NRGHub participa da Semana do Meio Ambiente AAM

by nrghub in NRGHUB

NRGHub participa da Semana do Meio Ambiente AAM

*Por Renata Abreu

Entre os dias 3 e 7 junho, aconteceu a Semana do Meio Ambiente, uma iniciativa promovida pela AAM Driveline | Araucária Manufacturing Facility, empresa do setor de peças automotivas que busca atuar de forma sustentável e inovadora junto aos seus colaboradores e ao mercado de maneira geral.

Segundo Iuly Tomelin, técnica do Meio Ambiente da AAM, o evento foi realizado para reforçar as metas, objetivos ambientais e princípios junto aos colaboradores da empresa aproveitando a comemoração do Dia Mundial do Meio Ambiente, em 5 de junho.

O NRGHub foi parceiro e organizador do evento, propondo diversas atividades relacionadas ao Meio Ambiente e à Sustentabilidade com o objetivo de sensibilizar e conscientizar sobre a importância da educação ambiental e da preservação dos recursos naturais.

O Dia Mundial do Meio Ambiente é a principal data das Nações Unidas para impulsionar a sensibilização e encorajar ações em todo o planeta em prol da proteção do nosso meio ambiente. Desde que foi instituído, em 1974, o evento cresceu e se transformou em uma plataforma global celebrada em mais de 100 países. A cada ano, a temática varia de acordo com a urgência ambiental. E para 2019, o apelo foi voltado à “Poluição do Ar”.

 

 

Programação da Semana do Meio Ambiente AAM

No dia 3 de junho, ocorreu uma Oficina Criativa sobre Resíduos Eletrônicos com o especialista e consultor Maurício Fraletti. Foi realizada uma rápida abordagem sobre os problemas causados ao meio ambiente pela incorreta destinação de equipamentos eletroeletrônicos, seguida de uma breve passagem pela evolução tecnológica. Ainda de forma a inspirar os participantes, foi realizada algumas demonstrações de como o resíduo eletroeletrônico pode ser utilizado para a construção de protótipos inovadores e funcionais.

O Resíduo Zero foi o tema do dia 4 junho. A especialista e consultora Kelly Belem falou sobre o desperdício de alimentos e deu algumas dicas de como reduzi-lo de forma simples e prática. Contamos também com a presença do projeto Terraço Verde, um movimento coletivo, colaborativo, inovador e sustentável que visa explorar terraços de edifícios, espaços que são pouco utilizados, para implementar conceitos verdes e engajar a sociedade em prol de um mundo melhor.

Em novembro de 2018, o projeto inaugurou o primeiro Terraço Verde em um prédio de três andares em Curitiba, que contou com um financiamento coletivo para incentivar a agroecologia urbana na comunidade. Antes da instalação, foi desenvolvido um laboratório de tecnologias sustentáveis para o desenvolvimento e aprimoramento de técnicas de cultivo de plantas e processamento de lixo orgânico. Já estão sendo cultivadas mais de 100 plantas nativas, melíferas, medicinais, rústicas, suculentas e as plantas alimentícias não convencionais. O local ainda possui composteiras e um biodigestor, que processam mais de 400 kg de lixo orgânico por mês, sendo grande parte desses resíduos provenientes no próprio edifício.

Já no dia 5 de junho, tivemos a presença do Projeto Compostar, que trouxe temas relacionados ao destino de resíduos no Brasil e como elas causam impacto ao meio ambiente e sociedade, inclusive a compostagem, ressaltando sua importância, técnicas e vantagens, tanto em residências quanto em indústrias. Com apenas seis meses de duração, o projeto já coleta e composta cerca de 30 toneladas de resíduos orgânicos por mês.

A Poluição do Ar, tema do ano instituído pela ONU, foi o assunto no dia 6 de junho. Quem ministrou a palestra foi o Prof. Dr. Carlos Yamamoto, diretor da Agência de Inovação da UFPR. Com uma abordagem mais técnica, ele esclareceu quais os danos à saúde e ao meio ambiente que as emissões atmosféricas vêm causando.

Por fim, no dia 7 de junho, tivemos o encerramento com a especialista Deborah Munhoz falando sobre Economia Circular, uma tendência cada vez mais atual dentro das empresas e da vida das pessoas. Deborah é mestre em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídrico, técnica e bacharel em Química pela UFMG e também ecoempreendedora, criadora do EcoinLab – Laboratório de Economia Circular & Escola de Negócios para Cientistas e Engenheiros e mentora especializada em Gestão da Qualidade de Vida e Sustentabilidade Pragmática.

Desafio da Semana do Meio Ambiente

O evento também promoveu o Desafio da Semana, a partir da Oficina Criativa sobre Resíduos Eletrônicos, que convidou os participantes a criar protótipos inovadores e funcionais a partir de resíduos eletrônicos arrecadados pela empresa AAM e seus colaboradores.

Foram realizadas seis criações e a premiada foi um “Agitador Magnético para Fluidos”. O agitador magnético é um equipamento laboratorial usado para homogeneizar soluções por longo período de tempo. O inventor utilizou uma ventoinha de computador como motor ligado a um ímã. Este imã em contato com uma barra metálica, denominada “peixinho” provoca a agitação do fluido por meio de um campo magnético criado.

*Renata Abreu é fundadora do NRGHub, primeiro espaço colaborativo do Brasil voltado às energias renováveis, e CEO na NRG Soluções Sustentáveis, empresa que promove o relacionamento de mercado para gerar negócios mais sustentáveis por meio do networking, representação institucional e gestão energética com ênfase nos modelos de transição de energia.