abril 5, 2019

Curitiba ainda precisa de mais inovação e crescimento no setor de energia

by nrghub in Especialista, NRGHUB

Gestão inteligente de iluminação e a energia solar tem grande potencial para o desenvolvimento, segundo consultor

 

No final de 2018, o Ranking Connected Smart Cities 2018, principal estudo sobre cidades inteligentes do Brasil, realizado pela Urban Systems em parceria com a Sator, analisou 700 cidades e apontou a capital paranaense como a cidade mais inteligente e conectada do país.

Contudo, existem muitos avanços que devem ser feitos. Para o consultor na área de Gestão, Álvaro Dias Junior, dentro do conceito de cidades inteligentes, a capital paranaense ainda precisa desenvolver mais soluções inovadoras na área de energia. “Curitiba tem muito espaço e condições para a expansão da energia solar além do desenvolvimento de tecnologias de gestão de energia”, observa ele, que também é vice-presidente do Sinaees-PR e diretor regional da Abinee.

O consultor afirma que a gestão inteligente da iluminação pública, presente em uma cidade inteligente, é um dos negócios que precisa ser explorado. Em Curitiba, ela ainda não é realizada, mas possui um grande potencial para a inovação. “A gestão inteligente da iluminação pública necessita de uma tecnologia muita desenvolvida, com sistemas de gerenciamento e segurança e uma rede de comunicação de alta penetração e isso é um incentivo para a criação de soluções inovadoras e novos sistemas e controles”, aponta.

Outro setor com boas perspectivas de crescimento em Curitiba é a geração distribuída, especialmente de energia solar. “Nessa área, ainda estamos atrás de outros estados, como São Paulo e Rio Grande do Sul. Já existe uma movimentação na expansão da geração distribuída em Curitiba, principalmente, em novas construções, mas têm muitas condições de expandir isso para as lojas, fábricas, residências já existentes que podem ter a microgeração de energia solar. É um tipo de oportunidade que tem ainda muitas chances de crescimento”, indica Álvaro Dias Junior.

Muitas outras oportunidades existem dentro do conceito de cidades inteligentes, que é muito amplo, e a capital paranaense pode ser ainda mais inovadora, segundo o consultor. “Curitiba é uma cidade que tem condições de ser ainda mais inteligente e diversas entidades já têm um ambiente bastante considerável para as startups, que proporcionam a inovação. Só é necessário ter engajamento e vontade de fazer”, afirma.

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/alvaro-dias-jr-51854311/

 

Álvaro Dias Junior¹

 

¹ Álvaro Dias Junior é consultor na área de Gestão, vice-presidente do Sindicato das Indústrias Eletroeletrônicas do Paraná (Sinaees-PR) e diretor regional da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee).